Horário de funcionamento: Segunda a Sexta-feira, das 7h às 19h | Sábado, 7h às 13h

MARCAÇÃO DE CONSULTAS E EXAMES

(71) 3333.7070

Dúvidas e Perguntas

O que é Endoscopia Digestiva Alta?

A endoscopia digestiva alta é um exame realizado com objetivo de fazer o diagnóstico de doenças no aparelho digestivo, como inflamações a exemplo de esofagites de refluxo e gastrites, além de úlceras e câncer do esôfago e estômago e duodeno, tanto na fase inicial como avançada.

Quando devo realizar exame de Endoscopia Digestiva Alta?

Devem realizar endoscopia pacientes que apresentam sintomas persistentes de desconforto abdominal, má digestão, enjoos, vômitos, regurgitação, azia, queimor, perda de peso, anemia, diarreia crônica e fezes com coloração enegrecida, tipo “borra de café”.

É possível fazer Biópsias na Endoscopia Digestiva Alta?

Sim, a realização de biópsias durante o exame de endoscopia permite pesquisarmos a presença da bactéria H. pylori, avaliarmos o grau de atividade inflamatória de gastrites e esofagites, além da retirada de fragmentos da mucosa para diagnóstico de câncer e lesões pré-malignas, como gastrite atrofica, displasia e metaplasia intestinal.

O que é necessário para realizar o exame de Endoscopia Digestiva Alta?

Para realizar o exame de endoscopia, o paciente deve estar em jejum de 8h. Aqueles que utilizam anticoagulantes e remédios para diabetes devem ser avaliados para necessidade de suspensão desses medicamentos antes do exame, devido ao risco de sangramento ou hipoglicemia.

É necessário repouso após o Exame de Endoscopia Digestiva Alta?

Sim, logo após a endoscopia o paciente deve ficar em observação por cerca de 30min. para recuperação dos efeitos da sedação do exame. É oferecido a ele um lanche e após esse período, pode retornar para sua casa com o auxílio de um acompanhante, com orientação de não dirigir nem realizar atividade física por aproximadamente 12h.

Quanto tempo demora o exame de Endoscopia?

O exame de endoscopia costuma durar em torno de 10 a 15 minutos, contudo esse tempo pode variar na dependência dos procedimentos realizados durante o exame (como biópsias, polipectomias, entre outros).

O que é Colonoscopia?

A colonoscopia é um exame realizado para diagnóstico de lesões do reto e intestino grosso, incluindo o íleo terminal, que é a porção final do intestino delgado, permitindo o diagnóstico de doenças inflamatórias, como retocolite ulcerativa e doença de Crohn, além de identificação de diverticulos, pólipos e lesões planas pré-malignas e câncer, precoce ou avançado.

Quando devo realizar exame de Colonoscopia?

Independente do sexo, todas as pessoas acima de 50 anos devem realizar o exame de colonoscopia, que é considerado o melhor exame para o diagnóstico preventivo de câncer do intestino grosso, que atualmente está entre os 3 tumores mais frequentes da população. A colonoscopia preventiva deve ser repetida a cada 5 a 10 anos se o exame for normal ou antes desse período a depender do que foi encontrado no exame. Além disso, pacientes que apresentam alterações do ritmo intestinal, como diarreia, prisão de ventre, dor abdominal, perda de peso, anemia ou presença de sangue nas fezes devem realizar a colonoscopia, independente da idade.

Quais procedimentos realizados durante a Colonoscopia?

É possível realizar biópsias, retirada de câncer precoce e lesões pré-malignas, como pólipos e lesões planas, prevenindo o aparecimento futuro de câncer do intestino. Outros exemplos de procedimentos que podem ser realizados na colonoscopia são o tratamento de lesões sangrantes (hemostasia) e confecção de tatuagem (injeção de corante na submucosa).

Como devo me preparar para o exame de Colonoscopia?

Para realizar a colonoscopia é necessário fazer um preparo, que é uma “limpeza” do intestino das fezes, com o uso de laxantes e uma dieta líquida na véspera do exame. As orientações sobre a dieta, dose e horário do uso desses laxantes deverão ser informados em uma consulta, onde será entregue um folheto com todas as informações por escrito desse processo de preparo.

Quais as complicações do exame de Colonoscopia?

Na maioria das vezes não ocorre nenhuma complicação, porém, principalmente após a realização de tratamentos como a retirada de pólipos ou lesões pré-malignas, podem ocorrer sangramentos e até mesmo perfuração, contudo essas complicações são muito raras. É importante salientar que todo paciente que apresentar dor, distensão abdominal ou sangramento após a colonoscopia devem entrar em contato com seu médico e procurar um serviço de emergência para investigação de possíveis complicações.

Qual é o profissional habilitado a fazer esse exame (endoscopia/colonoscopia)?

Médicos endoscopistas, gastroenterologistas, coloproctologistas (os últimos apenas no caso da colonoscopia), preferencialmente, com título em Endoscopia ou certificado de área de atuação em Endoscopia Digestiva aprovados pela Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED).

É necessário estar acompanhado para fazer o exame (endoscopia/colonoscopia)?

Sim, a presença do acompanhante é imprescindível. Como o exame é realizado sob sedação, o paciente não estará autorizado a dirigir por cerca de 12h, logo o acompanhante é responsável por conduzir o paciente de volta para casa em segurança e, na eventualidade do médico endoscopista precisar de autorização para algum procedimento adicional ou discutir achados do exame ou dar orientações específicas após o mesmo, o acompanhante torna-se responsável pela autorização e por transmitir as orientações dadas.

Posso tomar minhas medicações habituais?

A maioria dos remédios pode ser utilizada normalmente, mas algumas podem interferir na segurança e no preparo para o exame de endoscopia/colonoscopia. Informe ao médico (isso será perguntado durante a consulta pré-anestésica) sobre os medicamentos que está tomando, especialmente AAS e similares (anticoagulantes/antiplaquetários), medicações para reumatismo, insulina, calmantes e antidepressivos. Também não esqueça de avisar sobre alergias e reações anteriores a medicamentos.

O exame (endoscopia/colonoscopia) pode ser realizado em gestantes?

Não se recomenda realizar esse exame durante a gestação. Ele só é realizado se os riscos forem considerados menores que os potenciais benefícios do exame, e nesse caso devem ser realizados em hospital de grande porte.

Enviado...

Enviado com sucesso!